Pesquisa

Resultados da pesquisa

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Festa da multiplicidade


Ninguém é igual a ninguém.
 Todo o ser humano é um estranho ímpar.
Carlos Drummond de Andrade





"Fizemos este evento para nos reunirmos e conhecermos amigos especiais."
(Maria Eduarda, 2º ano"A")




"Quando analisamos nossas características físicas, percebemos que somos diferentes uns dos outros, mesmo no jeito de pensar, agir, brincar e amar. Ser diferente é muito normal."
(Felipe Campos, 5º ano"A")







"É assim que evoluímos, é assim que o mundo cresce. Não tem ninguém que possa te dizer o que você tem que fazer, como agir.Você leitor, pense nisso: cada um tem seu jeito de pensar e agir. É necessário que exista o respeito a diversidade."
(Júlia Dias, 5º ano"A")





"Eles são iguais a nós, apenas alguns não andam..."

(André, 2º ano"A")






"Se todos fóssemos iguais seria horrível e muito chato, não existiria cores e formas diferentes, iriamos fazer tudo igual e na mesma hora. Então, somos bem diferentes em sonhos, no amor, em características físicas, e nos pensamentos. Somos diferentes na cultura, e na religião. Ser diferente é da natureza humana."
(Hélio Henrique, 5º ano"A")





"Foi uma visita muito especial!"
(Ana Luisa, 2º ano"A")






"A diferença não importa, o que importa é o afeto!"
(Clara, 5º ano"A")











"Não existe um jeito padrão para existir."
(Lucas, 5º ano"A")


















"Você quer saber como é o nome deles? Robert, Vitor, Hugo, Ana Clara, Rodrigo, Marcos, Renata, João, Roberta e Brenda. Eles têm direito de serem felizes!"
(Murilo Uchôa, 2º ano"A")









"O que é necessário é o amor."
(Marina, 5º ano"A")







"Todos somos seres humanos."
(André Luiz, 5º ano"A")




"Não existe um jeito de ser que é comum."
(Bruna, 5º ano"A")




"A professora Beatriz chorou de emoção..."
(Nicoly, 2º ano"A")







"Se formos todos iguais não temos atritos e se não temos atritos não aprendemos a amar."
(Sara, 5º ano"A")







"Eu senti que eles têm amor..."
(Isabela, 2º ano"A")





"Todos têm as suas características: João Pedro é quieto, o Hélio gosta de brincar e isso é ser diferente..."
(Eduardo Hanum, 5º ano"A")



"Nós dançamos carnaval, cantamos e todo mundo lanchou."
(Júlia, 2º ano"A")








"As pessoas têm que se unir para a paz."
(Eduardo Baldoino, 5º ano"A")


"A poesia e a música nos uniram..."
(João Pedro Borges, 5º ano"A")


Texto: fragmentos de produções textuais dos alunos do 2º ano"A" e 5º ano"A"
                                                                                                                          Fotos: Bárbara Sant´Anna