Pesquisa

Resultados da pesquisa

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Bazar do livro: "Ler é uma forma de felicidade"

“As palavras são portas e janelas. 
Se debruçarmos e repararmos,
 nos inscrevemos na paisagem. 
Se destrancarmos as portas, 
o enredo do universo nos visita. 
Ler é somar-se ao mundo, 
é iluminar-se com claridade do já decifrado.
 Cada palavra descortina um horizonte, 
cada frase anuncia outra estação. 
E os olhos, tomando das rédeas, 
abrem caminhos, entre linhas, 
para viagens do pensamento. 
O livro é passaporte, é bilhete de partida”.
Bartolomeu Campos de Queirós 



Neste ano, dentro do "Projeto Aldeia", nós, do 5º ano, fomos escolhidos para formarmos um Grêmio Estudantil. Com o Grêmio experimentamos participar de um governo e também aprendemos a olhar com outros olhos para os outros. Então, nós decidimos fazer um bazar de livros.
(Júlia Montanini, 5º ano"A")




No instante em que você começa a ler você está aprendendo mais sobre humanidade, sobre o mundo. Podemos mobilizar a sociedade para a leitura fazendo bazares de livros, lendo para os nossos irmãos, ou trocando idéias sobre um livro que lemos.


(Amanda Ribeiro, 5 º ano "A")




A leitura nos ajuda a concretizar sonhos... Se a fé move montanhas a leitura move o mundo!
(Joaquim Neto, 5º ano "A")




Eu acredito que lendo promovemos uma sociedade mais humana, reflexiva, sensível, crítica, inteligente e bonita. É essencial ler!
(João Claudio Crosara, 5º ano"A")



 Uma aluna do 2º ano "A", Luiza Parrode, comprou o livro "Perdas Necessárias" para seu pai, pois o irmão dele faleceu. Isso me emocionou.
(Júlia Giacomelli, 5º ano"A")






















A escola não é a única responsável pela formação do leitor. A família também influencia muito nesse aspecto, quando os pais compartilham um livro com o filho - antes mesmo dele entrar na escola - lendo para ele antes de dormir, ou explicando a importância da leitura para a sociedade.
(Caio Cruvinel, 5º ano "A")



No nosso bazar, se um livro era raro, de qualidade ou antigo, era mais caro. Os livros mais populares eram mais baratos.
(Enzo Rodrigues, 5º ano "A")




Eu acho que a família é quem mais influencia a criança a ler. Se seus pais compram livros, lêem com e para você, isso o incentiva  a ler.
O Grêmio estudantil, para incentivar a leitura, realizou um bazar de livros, em  que os alunos trouxeram livros deles, dos pais, avós e dos tios.
(Tainá Moraes, 5º ano "A")




No bazar, os preços dos livros foram simbólicos para que todos tivessem acesso aos livros.
(Caiuã Basílio, 5º ano "A")






Além de promover a leitura, o bazar promoveu trocas de experiências e encontros. Teve até professora que comprou e incentivou seus alunos a também comprar!
(Tuyá, Rodrigues, 5º ano "A")























O bazar do livro arrecadou cerca de R$1.000,00. O Grêmio administrou esse dinheiro pensando em algo que beneficiasse a todos, então compramos uma mesa de pebolim. Agora temos uma nova brincadeira no parque e ainda, meninos e meninas tiveram novas experiências de leitura!


(Gabriel Roveri, 5º ano "A")









Lendo suas idéias fluem...
(Davi Peixoto, 5º ano "A")







Com a leitura você pode imaginar coisas que nunca imaginou, você pode ver coisas que nunca viu. O livro pode lhe mostrar um bonito e novo mundo...
(Harry Hankins, 5º ano "A")




Eu tenho certeza que ler é extremamente necessário e importante, pois além de aprendermos sobre o mundo, aprendemos a dominar a escrita.
Gabriel Camargo, 5º ano "A")




Uma sociedade que lê passa a conquistar um mundo melhor!
(Sádala Ribeiro, 5º ano "A")





Na minha Escola aconteceu um bazar que comoveu muitas pessoas...
(Vitória Marques, 5º ano "A")




Cada página de um livro é uma nova oportunidade de transformação.
(Guilherme Domingues, 5º ano"A")






Quando uma criança escolhia um livro dava para conhecer um pouco dela...
(Augusto Ribeiro, 5º ano "A")








Foi uma iniciativa grandiosa para nós. Fiquei muito feliz de saber que conseguimos sensibilizar os alunos para a leitura e ainda nos beneficiar com uma mesa de pebolim para nos divertirmos na hora do recreio.
                                                                                                                          (Vitoria Rassi, 5º ano "A")









Eu me senti vitorioso porque conseguimos sensibilizar nossa "Aldeia" e dizer de forma bonita a importância de ler.
(Luan Alfonso, 5º ano "A")





Texto: fragmentos de relatório de atividades do 5º ano "A"
Fotos: Bárbara Sant`Anna