Pesquisa

Resultados da pesquisa

terça-feira, 25 de junho de 2013

Aprendendo matemática e humanidades




 Goiânia, ______ de ____________________________ de 2013.

Professora: ___________________________________ 5º ano
  
       Aluno: _____________________________________________.        

ATIVIDADE AVALIATIVA DE MATEMÁTICA 


O ser humano (substantivo) procurando ser humano (verbo). Foi o que disseram dois eminentes matemáticos, Albert Einstein e Bertrand Russell, no Manifesto Pugwash de 1955: “Esqueçam-se de tudo e lembrem-se da humanidade”. 
Aprendendo matemática podemos aprender também de humanidade? Será que através da matemática podemos nos tornar mais humanos? 
Atualmente, estamos vivendo momentos de protesto e de conflitos nas ruas das maiores cidades brasileiras e a matemática, com certeza, pode contribuir para que possamos atingir o ideal de uma sociedade humana, em todas as suas dimensões. Esse deve ser o sonho de todos nós humanos: ser humano.

1. Em São Paulo, as tarifas dos ônibus, dos trens e do metrô passaram de R$ 3,00 para R$ 3,20, caracterizando um aumento de 6,7%. Os cidadãos paulistas resolveram protestar porque avaliaram que esse acréscimo no valor da passagem é incompatível com a renda da maioria. 
Para quem ganha um salário mínimo de R$ 678,00, com o reajuste, precisa disponibilizar mensalmente de quanto para seu transporte? Ao calcular, considere apenas um indivíduo e somente dias úteis.
1.1 Considerando ainda o cidadão acima, quanto lhe sobraria para suas demais despesas? Você acredita que é possível ter uma vida digna assim? 

2. Leia:


Ainda vão me matar numa rua
Quando descobrirem,
principalmente,
que faço parte dessa gente
que pensa que a rua
é a parte principal da cidade.
                                                             Paulo Leminski



a) Manifestar é falar, mostrar onde está o erro, onde se deve promover mudanças; manifestar é também se mostrar à sociedade e se engendrar num embate de forças. Quem manifesta reivindica algo. Você acredita que a rua é espaço para manifestações, tem a extensão e a dimensão necessária para que as pessoas expressem seus desacordos? Explique.

3. Apesar de ter triplicado nos últimos dez anos, o salário mínimo não conseguiu ter o mesmo desempenho dos vencimentos dos parlamentares. Enquanto o mínimo cresceu 202,7% no período, o salário de deputados e senadores aumentou 222,4%. Os dados fazem parte de levantamento feito pelo jornal “O Tempo”, de Belo Horizonte. A disparidade é ainda maior quando a comparação é feita com determinadas categorias profissionais. O piso salarial de bancários, metalúrgicos, rodoviários, comerciários e professores da rede particular, por exemplo, cresceu entre 101,8% e 138,5% nesse mesmo período. Ou seja, praticamente metade da evolução salarial dos congressistas.

O salário dos parlamentares pulou de R$ 8,28 mil, em 2001, para R$ 26,7 mil. O último reajuste, autoconcedido por deputados e senadores na virada do ano, foi de 61,8%, apesar de a inflação dos quatro anos anteriores (período em que eles ficaram sem aumento) não ter passado dos 20%. Nos últimos dez anos, o salário mínimo teve evolução recorde, passou de R$ 180 para R$ 545, mas não conseguiu alcançar a variação dos vencimentos dos parlamentares.



a) Assim, enquanto o trabalhador brasileiro recebe R$ 678,00 mensais, parlamentares recebem R$ 26.700,00 mil. Qual é, e como você avalia a diferença entre esses números?

4. Represente em forma de desenho esse “protesto verbal’’ da escritora brasileira, Roseana Murray, muito conhecida nossa:



"O brasileiro pobre é tão mal tratado em todos os aspectos que o que espanta é o seu silêncio e não as manifestações. Que sua voz comece a ser ouvida. Transportes limpos , civilizados e baratos. Hospitais dignos. Moradias populares em bairros com praças, jardins, bibliotecas, um entorno belo e agradável. Escolas onde convivam todas as artes e onde se eduque para a paz. Consigo ouvir dentro do acorde anárquico e dissonante estas notas musicais, este pedido." 

Roseana Murray

                          RESPOSTAS DOS ALUNOS

 Tuya Rodrigues



"Eu avalio isso como uma injustiça porque professoras e outras profissões que ganham um salário mínimo precisam juntar dinheiro por três anos para conseguir o que parlamentares ganham por um mês. Isso é uma injustiça!"
(Enzo Rodrigues)


                                                                                                                         
Enzo Rodrigues


"A rua é a maior arquibancada do Brasil". E um espaço grande onde o povo se manifesta."
(Vitória Marques)

"A diferença dos salários é de R$26.022,00. É muita diferença! Os parlamentares tem uma condição de vida muito melhor! Quem ganha R$678,00 não tem dinheiro para alimentar sua família direito, nem como dar educação aos filhos, dar um lar, dar diversão e dar felicidade."
(Tuya Rodrigues)

"R$678,00  dá para pagar algumas despesas e o ônibus e o número R$26.700,00 dá para viajar seis vezes, comprar roupas, pagar despesas e ter uma boa condição de vida."
(Júlia  Giacomelli)


  Tainá Moraes

"A Remuneração mínima  pertence a classe das dezenas, centenas e unidades simples, e a  dos parlamentares chega  a dezena de milhões e isso é um insulto!"
(João Claudio  Crosara)

"O salário dos políticos tem uma diferença enorme do salário mínimo!"
(Tainá Moraes)

                                                                                                             Júlia Giacomelli


"R$537,00 é o que sobraria para as demais despesas. Eu acredito que é impossível ter uma vida digna com esse valor."
(Gabriel Roveri)

"Eu acredito  que a rua seja o espaço principal para se manifestar porque lá você será ouvido."
                                                        (Joaquim Neto)

" A rua  é um lugar grande, sem limites!"
(Augusto Ribeiro)

Sádala Ribeiro de Souza

" R$134,00! Eu não acredito que dá pra viver nessa condição!"
(Luan Alfonso)


"Eu acho que há uma diferença horrorosa entre esses dois números!"
(Hanry Hamkins)

Tuyá Rodrigues


"A rua é espaço para milhares de pessoas!"
( Davi Peixoto)


"Para uma pessoa que ganha um salário mínimo de R$678,00 e gasta R$140,80 com o transporte, mensalmente sobra R$537,20 para as suas despesas. Muito pouco, né?!"
(Vitória Rassi)



"Na rua temos liberdade! Podemos gritar e lutar pela justiça."


                                                (Júlia Montanini)


Caio Cruvinel

"Os salários tem uma diferença drástica!"

( Caiuã Basilio) 

" Para quem ganha um salário mínimo de  R$678,00 , com o reajuste precisa disponibilizar R$140,80."

(Guilherme Domingues)


Atividade  Avaliativa dos alunos do 5º ano, 
Professora Bárbara