Pesquisa

Resultados da pesquisa

sexta-feira, 13 de março de 2015

Meninos cidadãos...

"Ninguém pretende que a democracia 
seja perfeita ou sem defeito.
Tem-se dito que a democracia é a pior forma de governo,
 salvo todas as demais formas que tem sido experimentadas de tempos em tempos". 
Winston Churchill






Na vigem a Brasília, fomos ao Supremo Tribunal Federal. O ministro Lewandowski nos deu conselhos, disse que estava emocionado por ver crianças tão jovens aprendendo sobre política,  justiça, e que por toda a vida vamos aprender coisas. Eles pararam a audiência para falar conosco. Essa viagem foi a melhor viagem da minha vida!
Emanuelle, 5º Ano A.




Na escola, a “Aldeia” acontece como uma cidade, e nós fazemos as leis para transformar a nossa  “Aldeia” em uma comunidade justa e democrática. O futuro da humanidade está nas 
mãos das crianças, e é por isso que precisamos exercer a cidadania desde pequenos.
Letícia, 4º Ano A.




As crianças reerguendo um Brasil melhor! Queremos tirar o Brasil desse buraco sem fim, precisamos aprender mais sobre política para sermos melhores quando crescermos.


Maria Luiza, 4º Ano A.





Os ministros ficaram muito impressionados  ao verem crianças que se importam tanto com o país e com a cidadania. Pelo o que eu percebi, eles estavam mais honrados do que nós!


Yuri, 5º Ano A.







No Projeto Aldeia, o 4º Ano está envolvido com o poder judiciário e o 5º Ano, com o sistema político na  escola.  Assim, somos os guardiões da lei.  Foi bom visitar o STF porque os ministros também são protetores de leis, guardiões da Constituição.
Davi Castro, 4º Ano B.





Vimos o quanto os ministros também ficaram emocionados com a nossa presença. Essa foi uma viagem que engrandeceu muito a nossa consciência política, nossa vontade de fazer o bem para o nosso país.


Luiza Parrode, 4º Ano A.





No Projeto Aldeia, nós somos os responsáveis por criar leis para melhorar as ações humanas dentro da nossa escola. No Supremo Tribunal Federal, o ministro Marco Aurélio fez um discurso espetacular sobre ética, humanidade e humildade. Isso foi muito importante para todos nós.
Anne Seba, 4º Ano A.






Vamos fazer um grande Brasil, vamos fazer as coisas de uma maneira mais civilizada. Precisamos ter consciência do que faremos na vida.
Gabriel Moura, 5º Ano A.






Nossa cabeça aprendeu novas coisas. Tudo o que vivenciamos serve para o futuro do país. País pelo qual nós somos responsáveis...
Giovana Paranhos, 4º Ano A.







O STF é composto por onze ministros que defendem a nossa Constituição.
Felipe, 4º Ano B.





Nós, ou pelo menos muitos, nunca tínhamos visto um estúdio de TV. Conhecemos as “Vozes do Brasil”, e os apresentadores da TV Justiça.
Ísis, 5º Ano A.






O impecável ministro Marco Aurélio disse lindas palavras para nós. Disse que devemos acreditar nos nossos sonhos...
Eloin, 4º Ano B.





Tiramos uma foto com o ministro Marco Aurélio.
Maria Luiza, 5º Ano A.




Eu fui surpreendido pela estátua da deusa Têmis de olhos vendados. É a deusa da justiça.
João Rafael, 5º Ano A.






O ministro Marco Aurélio nos disse frases muito “motivantes”, como: ter fé, correr atrás e acreditar em nossos sonhos...
Igor, 4º Ano B.




Exercendo a nossa cidadania seremos  pessoas melhores, e iremos ajudar o nosso país. É com cidadania que se começa uma sociedade mais justa.
Isabela Bonnwart, 4º Ano A.





Construindo a democracia, não veremos mais corrupção em nosso país. Com as leis, somos mais fortes.
Pedro Paulo, 5º Ano A.





Quem foi para Brasília, aprendeu sobre cidadania. Quanto mais aprendemos sobre as pessoas, melhores somos.
Charbel Filho, 5º Ano A.






Foi emocionante, até aparecemos na televisão!
Ana Luiza Calixtrato, 4º Ano A.





Fomos assistir a um pedido de Habeas Corpus, isso tem a ver com a nossa escola, porque quando alguém descumpre as regras, o “judiciário” e o “grêmio estudantil” fazem uma audiência.
Ana Júlia, 5º Ano A.





O ministro Marco Aurélio nos disse que nunca deixamos de aprender, e olha que ele é uma das pessoas mais inteligentes do Brasil!
 Ana Beatriz, 5º Ano A.







Os ministros usavam uma toga, tipo uma capa, e pararam para conversar com a gente.
Valentina, 4º Ano A.






Fomos conhecer para sermos melhores. O mundo precisa de mais para ser um lugar mais organizado e bonito.
Ana Luiza Lopes, 4º Ano A.



 


 Os ministros tiraram fotos com a gente, e deram um beijinho na coordenadora.  Foi emocionante!
Gustavo Paste, 4º Ano B.







No STF, nós assistimos a uma audiência de Habeas Corpus de um suposto assassino do prefeito de Santo André, Celso Daniel. Os ministros todos votaram à favor da  liberdade dele até a data do julgamento.
Sofia Reis, 5º Ano A.






Habeas Corpus é um texto onde você pede pela liberdade de alguém.
Vitor Alvarenga, 5º Ano A.






Quantas escolas existem no mundo? Muitas,  não acha? Mas a minha, com certeza, é diferente porque desenvolve um projeto revolucionário, o Projeto Aldeia. O objetivo é simular uma cidade dentro da escola. Por isso, os alunos foram para Brasília, para assistirem uma audiência do maior poder do Brasil, o Supremo Tribunal Federal, e aprender sobre justiça e cidadania.
João Pedro Calassa, 5º Ano A.





Quando os ministros entraram, eles quebraram uma regra porque pararam para conversar conosco. Todos os ministros usaram uma linguagem mais fácil e informal para que pudéssemos entender. Foi único!
Camila Borges, 4º Ano A.





Quanto mais crianças “ficarem por dentro” desse mundo, melhor ele vai ficar!
Marcos, 5º Ano A.







Depoimentos dos alunos do 4º e 5º Ano, Escola Espaço Criativo.
Fotografia: Bárbara Miguel