Pesquisa

Resultados da pesquisa

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Feira Cultural 2014 - "A ARTE QUE ME VESTE"

"A arte existe porque a vida não basta!"





"A beleza do humano, nada mais", por Ferreira Gullar*






Confesso que, espontaneamente, nunca me coloquei esta questão: para que serve a arte? Desde menino, quando vi as primeiras estampas coloridas no colégio (que estavam muito longe de serem obras de arte) deixei-me encantar por elas a ponto de querer copiá-las ou fazer alguma coisa parecida. Não foi diferente minha reação quando li o primeiro conto, o primeiro poema e vi a primeira peça teatral. Não se tratava de nenhum Shakespeare, de nenhum Sófocles, mas fiquei encantado com aquilo.





















Posso deduzir daí que a arte me pareceu tacitamente necessária. Por que iria eu indagar para que serviria ela, se desde o primeiro momento me tocou, me deu prazer? Mas se, pelo contrário, ao ver um quadro ou ao ler um poema, eles me deixassem indiferente, seria natural que perguntasse para que serviam, por que razão os haviam feito. Então, se o que estou dizendo tem lógica, devo admitir que quem faz esse tipo de pergunta o faz por não ser tocado pela obra de arte. E, se é este o caso, cabe perguntar se a razão dessa incomunicabilidade se deve à pessoa ou à obra. 













Por exemplo, se você entra numa sala de exposições e o que vê são alguns fragmentos de carvão colocados no chão formando círculos ou um pedaço de papelão de dois metros de altura amarrotado tendo ao lado uma garrafa vazia, pode você manter-se indiferente àquilo e se perguntar o que levou alguém a fazê-lo. E talvez conclua que aquilo não é arte ou, se é arte, não tem razão de ser, ao menos para você. Na verdade, a arte - em si - não serve para nada.







Claro, a arte dos vitrais servia para acentuar atmosfera mística das igrejas e os afrescos as decoravam como também aos palácios. Mas não residia nesta função a razão fundamental dessas obras e, sim, na sua capacidade de deslumbrar e comover as pessoas. Portanto, se me perguntam para que serve a arte, respondo: para tornar o mundo mais belo, mais comovente e mais humano.

*Ferreira Gullar é cronista, ensaísta, teatrólogo, crítico de arte e um dos maiores poetas brasileiros. O maranhense é autor de livros como Poema Sujo e Dentro da Noite Veloz, e de ensaios comoVanguarda e Subdesenvolvimento e Argumentação Contra a Morte da Arte.
blogacesso.com.br

Feira cultural 2014 - "A ARTE QUE ME VESTE"

"Cores do vento dentro do quarto"
Artista: Van Gogh
Agrupamento de 2 anos 'A', 'B', 'C' e Integral











"O beijo é uma forma de diálogo"
Artista: Diversos
Agrupamento de 3 anos 'A' e 'B'










"90% é invenção, 10% é mentira"
Artista: Marc Chagall
Agrupamento de 4 anos 'A' e 'B'
































"Com vocês, Klimt"
Artista: Gustav Klimt
Agrupamento de 5 anos 'A' e 'B' e 1º Ano 'A' e 'B'












"Um Poeta Entre os Surrealistas"
Artista: Juan Miró
2º Ano 'A' 










"Encontro de Infinitos"
Artista: Mauritis Cornelis Escher
3º Ano 'A' e 'B'















"A Longa Linha de Um Verso"
Artista: Arthur Bispo do Rosário
4º Ano 'A' 

















"Foto Re-velada"
Artista: Fotógrafos Diversos Agência Magnum 
5º Ano 'A' 
































Fotografia: Bárbara Sant'Anna Miguel